segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

celebre

Um dia o melhor sorriso, as melhores palavras,já no outro a ausência e disfarce.É relativo como as pessoas se alteram e mais relativo ainda é a causa disto.
Vejo muitos indo e deixando a saudade,enquanto demais permanecem causando discórdia.Como se tudo estivesse em preto e branco,sem voz,apenas sussurros.Esperando para que volte ao normal,como em filmes de anos 80,só que este flash back esta ao mesmo tempo proposto para uma mudança total.A valorização das coisas banais, e os pequenos gestos deixados de lado.Estamos todos na poeira da vontade e mudança,na beira de um precipício,a cada futilidade,a cada falta de amor chegamos mais perto.Mas na verdade nem todas as possíveis palavras podem valer até então a vontade de abraçar  o mundo por completo  e dizer ainda é tempo.Acordar todas as manhãs e ver tantos de nós se lar,sem subsistência e se quer uma palavra  de afeto é repugnante,repugnante.
Por inúmeras vezes já perguntaram,o que você faz para mudar?É amigo, diferente de você talvez não faça muito com certeza, mas ao menos eu tento.Celebre tua soberba, celebre tua decadência, celebre tua mente podre,celebre tua burguesia, celebre, mas só celebre, óbvio , enquanto há tempo.

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

E que a liberdade de expressão continue.  http://www.facebook.com/streetartutopia

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

domingo, 2 de dezembro de 2012

Onde?

-Into the Wild
Onde está a paz?Onde está o amor?Onde está a vontade de liberdade?Onde está a procura pela melhoria?Onde está?
Onde estão os simples gestos?Onde estão os revolucionários?Onde estão os raul's da vida?Onde estão as mães preocupadas com o horário de dormir?
Onde está toda aquela revolta?Onde está a sensibilidade?Onde está a pura vontade de mudar o mundo?Aliás, onde estamos?
Onde estamos é seguro?Onde estamos é o lugar certo?Onde estamos é onde o futuro nos espera, ou talvez deva ir para o outro lado do mundo, se não planeta?
Onde é o lugar certo?Onde está a pessoa certa?Onde está?
Onde está a verdade?Onde está a procura pelo profundo?Onde estão as pessoas despreocupadas com marcas,imagens criadas por mentes medíocres?
Onde está?Me diga, onde está?Pois confesso, tenho medo, tenho rancor, tenho vontade de não ser parte desse mundo em decadência.Não quero ser parte, parte de pessoas que precisam da porcaria de um rótulo para ter espaço.Não quero fingir ser o que não sou, para ter atenção.Não quero ser um simples objeto de demonstração, demonstração de futilidade, de burguesia e principalmente de inutilidade para isso que chamam de mundo.
Todos sentados, simplesmente vegetando e esperando que o mundo pare por eles, e diga vá, salve-me.E acredite, você não precisa ser um rei, o presidente ou qualquer título simbólico banal, apenas ajude.Junte o lixo,cuide do outro, ajude o senhor a atravessar a estrada, de alimento a quem precisa, ou melhor ainda acorde ,agradeça e sorria.E eu? Escrevo,escrevo pois liberto-me, escrevo pois se a cada  cem pessoas apenas uma leia e amanhã acorde agradecendo pela vida, e por ainda ter tempo de mudar o percurso,me sentirei satisfeita.Pois na verdade, tenho vontade de gritar,como se estivesse algo sufocando e impedindo a fala, como se viver e seguir a rotina seja perda de tempo, perda de vida.
Criticamos e nos achamos no direito de indagar pessoas que saem disto, talvez verdadeiro foi Christopher Johnson McCandless que deixou de todo o ciclo em busca de liberdade, liberdade espiritual.Lhe chamam de louco,MAIS LOUCOS SOMOS NÓS QUE AINDA PERMANECEMOS AQUI,INÚTEIS.

sábado, 1 de dezembro de 2012

Let it be

Que deixe a alegria se multiplicar e permanecer,deixe a paz reinar e não desaparecer.Faça com que cada momento seja eterno, mesmo por mágoa, por amor, por idiotice, seja você.Seja louco, seja herói, seja amante, seja ignorante,seja esperto, seja malicioso, seja romântico, seja você, simplesmente.A cada dúvida, a cada resposta, apenas sinta, apenas reflita e faça, faça o que achar melhor, e se não for,apenas deixe,deixe estar.Encontre em cada manhã um motivo para um belo sorriso, perceba que "isto" é só uma passagem, ame, brigue, chore, pois afinal não levamos nada,somente nosso sentimento, e marcas naqueles que nos amam.